Cozinha vira laboratório de experiências

Por Samuel Vargas

 

Mago da culinária. Este é um dos muitos nomes dados a Everton de Paula, de 45 anos, por fazer receitas diferentes aproveitando os frutos da natureza nos tradicionais pratos. Este mineiro de Ibiá, no Triângulo Mineiro e hoje radicado no município de Barão de Cocais, conta que sente prazer em preparar estas novidades. Everton de Paula começou a se interessar mais pela culinária há três anos, na Pousada das Cores, no distrito de Cocais, ao perceber que ali havia uma grande quantidade de alimentos naturais e que poderiam ser aproveitados na preparação dos pratos. Entre eles estão frutos como a goiaba, pitanga, jabuticaba, mangas e hortaliças.

"Vi ali um cenário apropriado para fazer algumas experiências", afirma ele, que criou um verdadeiro laboratório em sua cozinha. Everton de Paula lembra que a sua família sempre gosto de comer bem e utilizando os alimentos tropicais e naturais da região onde mora para temperar seus pratos de alimentos salgados e doces. Além disso prepara vinhos e sucos. O mestre dos pratos diferentes procura não usar muitos temperos tradicionais como o alho e a cebola para não camuflar o gosto da fruta.
Everton de Paula pesquisa estes alimentos naturais para aproveitar as suas propriedades medicinais Busca realçar o gosto da fruta e não desiste de uma receita enquanto ela não dá certo. " Procuro reinventar a tradição da culinária com novidades", afirma Everton de Paula. Para ele o brasileiro precisa deixar de lado o tradicionalismo. Esta sua irreverência na culinária já lhe rendeu alguns pedidos para dar cursos sobre a preparação de seus exóticos pratos.

 

Alimentação - Sorvete de Pitanga - Gostoso companheiro de verão

Esta é uma das inúmeras receitas irreverentes preparadas por Everton de Paula.

Ingredientes

1 colher rasa (sopa) de gordura vegetal.
Xarope de pitanga ou mingau grosso do suco da fruta ou ainda geléia.
1 litro de leite.
1 xícara (chá) de leite em pó.
1 xícara (chá) de açúcar ou a gosto.

Modo de fazer

Bater todos os ingredientes no liquidificador e deixar por mais de quatro horas no congelador. No outro dia ou após esse tempo, bater novamente no liquidificador e levar ao congelador por mais quatro horas. Está pronto. Ao servir, regar com xarope da fruta, farinha de castanha ou chocolate granulado.

Voltar para Gastronomia

Matéria publicada no jornal Estado de Minas no dia 13 de novembro de 2000